O Fazenda Eficiente


O FAZENDA EFICIENTE: Criado em 2003, inicialmente foi concebido pela empresa Pecuária Intensiva Consultoria e Treinamento Ltda, que anexou posteriormente o nome Fazenda Eficiente como nome fantasia e a tem como marca registrada. Na época o projeto fora aplicado a propriedades leiteiras no sertão paraibano, mais especificamente na região de Sousa em parceria com o escritório do SEBRAE local, onde o objetivo foi o de inserir uma nova metodologia no conceito de produção intensiva de leite, com enfoque tanto produtivo quanto gerencial, baseado na assistência técnica direta nas propriedades. O grande desafio desta metodologia na época foi o de aplicar os conceitos de produção animal intensiva em regiões semi-áridas, desenvolvendo as potencialidades de cada propriedade, tornando-as mais eficientes e competitivas utilizando o recursos existentes.
No início do trabalho, participavam apenas 15 propriedades na Paraíba.A partir de 2009 o trabalho se expandiu por todos os estados do nordeste, com destaque aos estados de Alagoas, Pernambuco e Rio Grande do Norte, além da grande expansão na própria Paraíba.
A empresa busca inovar sempre e capacitar sua equipe constantemente, utilizando de metodologias como a do Projeto Balde Cheio® de propriedade da EMBRAPA Pecuária Sudeste, na qual foi habilitada por dez anos, assim como outras capacitações de empresas privadas e instituições públicas a fim de levar conhecimento aos seus clientes e transferir as mais diversas tecnologias, sempre aplicada especificamente à realidade de cada uma das fazendas atendidas. A exemplo disso, um trabalho pioneiro com ovinocultura e pecuária de corte, trabalhados intensivamente, além da adaptação do sistema de trabalho para avicultura.
O quadro efetivo conta atualmente com Zootecnistas, Agrônomos, Técnicos Agrícolas e Veterinários. O foco do trabalho no início foi à pecuária leiteira, mas com os resultados obtidos, atividades como: pecuária de corte, ovino caprinocultura, avicultura, projetos agropecuários e de irrigação bem como elaboração do CAR (Cadastro Ambiental Rural) foram desenvolvidos e disponibilizados pela empresa para a sociedade, propiciando assim uma gama de soluções que levem desenvolvimento e rentabilidade aos campos Nordestinos.
O trabalho tem como foco estratégico a transformação da propriedade em uma empresa rural com a busca de eficiência nos índices econômicos/zootécnicos os quais tragam rentabilidade satisfatória, objeto de toda empresa. As ferramentas utilizadas são: o planejamento estratégico, a intensificação das áreas de produção de volumosos, o incremento da produção e da produtividade dos rebanhos, a redução de custos e riscos da atividade bem como a maximização da renda, a visão empreendedora do negócio em produção animal, além do fortalecimento da organização dos produtores.
Qualquer propriedade pode ser atendida pelo Fazenda Eficiente, independente da condição financeira, do perfil de produção, social, ambiental, endafo-climático ou geográfico. Para fazer parte deste time e ter uma melhora na condição de sua empresa rural e assim melhorar também sua vida, o único requisito que se precisa ter é o comprometimento. Ele é fundamental para que as ações propostas sejam levadas em prática e os resultados apareçam.
 Produtores em todas as situações e lugares já comprovaram os benefícios de um trabalho simples, mas muito focado em bons resultados, com planejamento e orientação de quaidade. Venha você também ser um produtor Consciente, transformando sua propriedade em uma Fazenda Eficiente!.


AGRICULTURA FAMILIAR

De acordo com dados do IBGE (2016) a atividade leiteira é fonte de renda em aproximadamente 1,3 milhão de propriedades rurais no Brasil. A maior parte deste total de propriedades é composta por micros e pequenas propriedades, de cunho familiar e que em sua maioria tem o leite como principal atividade. Aproximadamente 58% de todo o leite produzido no Brasil tem sua original na propriedade familiar. São mais de 4 milhões de pessoas trabalhando diariamente e vivendo diretamente da renda gerada pelo leite.
Mas esta imensidão de leite produzido anualmente na propriedade familiar, maior que a produção de países tradicionais na atividade como a Nova Zelândia e Argentina, não é suficiente para trazer a estas famílias esperança e renda que possam se traduzir em qualidade de vida e na permanência família no campo.
Os menos de 50 litros de leite produzidos em média diariamente na propriedade familiar no Brasil geram uma renda mensal bruta normalmente inferior a R$ 700,00, deste valor são descontados os custos da atividade, e o que sobra não chega a um salário mínimo.
Pior que este cenário de sofrimento e abandono é a falta de perspectiva de mudança. Apesar de em muitas destas propriedades a atividade leiteira ser conduzida com era feito a milhares de anos atrás, a evolução, na maior parte dos casos, ainda parece distante. Os grande número de profissionais formados anualmente nas centenas de faculdades de veterinária, zootecnia e agronomia, não se mostram suficientemente preparados para mudar esta realidade. Os outros milhares já formados se mostram ainda mais incapazes, pois já perderam o pouco da motivação e do ânimo que os recém formados têm.
Por mais incrível que possa parecer é neste terreno duro e de gente desolada que brota com raízes vigorosas um trabalho singular.
Neste projeto o principal insumo é a vontade e o suor do produtor, que quando guiado por técnicos motivados e bem treinados é capaz de ter de volta a dignidade perdida e a crença no futuro, mesmo em casos de severa escassez de recursos.
Nosso desafio diário é levar o conhecimento ao homem do campo de forma a mantê-lo na propriedade rural promovendo a geração de renda e o resgate de sua dignidade através da transferência de conhecimento.

 

´┐ŻFazenda Eficiente - Todos os direitos reservados.